MUSEU DA IMAGEM E DO SOM DE CAMPINAS - PALÁCIO DOS AZULEJOS Twitter Facebook
Atividades > Palestras/Fóruns/Discussões > Sessão 3 e Debate - Mostra Luta
Bookmark and Share
20/10/2012 (16:00)

Sessão 3 e Debate - Mostra Luta

Debate sobre a luta contra as desocupações e exibição de 5 filmes

camisetas SÁBADO, 20 DE OUTUBRO DE 2012

– 16h – DEBATE “Resistência e luta contra as desocupações e remoções”, com representantes do: MTST (Mov. Trabalhadores Sem Teto); MTD (Mov. Trabalhadores Desempregados); Fábrica Ocupada Flaskô; movimento de resistência do bairro Recanto dos Pássaros de Barão Geraldo/Campinas; Acampamento Milton Santos (MST)

– 19h – SESSÃO 3 –

Matzeiva Juliano Mer-Khamis

Matzeiva Juliano Mer-Khamis (5′), Silvio Tendler

Juliano Mer-Khamis foi um militante da paz, filho de pai comunista árabe e mãe judia, que morava em Haifa, Israel e mantinha um teatro no território ocupado de Jenin onde formava e encantava crianças palestinas.

3º Festival de Cultura da Flasko (7′), Serviço de Utilidade Pública

Um retrato do festival anual que conta com diversas atrações culturais teatrais, musicais, debates e informações sobre a luta da fábrica, tendo por objetivo evidenciar as diversas atividades culturais que são desenvolvidas dentro da fábrica ocupada pelo projeto Fábrica de Cultura.

Pinheirinho

O massacre de Pinheirinho: a verdade não mora ao lado (16′), Coletivo de Comunicadores Populares

Este vídeo revela os jogos de interesses na expulsão dos 9.000 moradores da ocupação Pinheirinho, de 8 anos, em São José dos Campos. Traz, também, imagens do dia da desocupação (22/01) e depoimentos sobre a truculência policial.

Linha de ação: crônicas urbanas – Episódio II (25′), Rica Saito, Fábio Silva e Flávio Galvão

O Linha de Ação – Crônicas Urbanas é um projeto de produção e circulação de crônicas audiovisuais sobre experiências de arte coletiva de resistência. Este espisódio é sobre o Coletivo Dolores de teatro.

A gente luta, mas come fruta (40′), Bebito Piãko e Isaac Piãko- Vídeo nas Aldeias (Ashaninka)

O manejo agroflorestal realizado pelos Ashaninka da aldeia Apowtxa, no, Acre. Eles registram, por um lado, seu trabalho para recuperar os recursos da sua reserva e repovoar seus rios e matas com espécies nativas e, por outro, a luta contra madeireiros que invadem a sua área.

5ª Mostra Luta
Coletivo de Comunicadores Populares